domingo, 18 de março de 2012

Três anos de Meia Ponta



Há exatos 3 anos o Meia Ponta surgiu.

Escrevi o primeiro post no dia 18 de Março de 2009, dando início a minha descoberta deste fantástico mundo que é o Ballet Clássico.

Hoje, o blog que começou como um simples e sincero diário já soma 10 mil visitas e 15 mil pageviews por mês -- não só de bailarinas brasileiras, como também de Portugal e dos Estados Unidos.

Eu sempre senti uma estranha identificação com o ballet, como se eu já tivesse vivido nesse mundo. Mas fingia que não era comigo... Até que um filme mudou minha vida e eu não tive mais como fugir.

Sentada na sala escura do cinema, meus olhos esperavam ansiosos por cada cena de Daisy em O Curioso Caso de Benjamin Button. A combinação de uma bailarina com cabelos ruivos e Cate Blanchett foi irresistível. No dia seguinte, já havia encontrado uma escola e comecei, sem medo.

Eu, pela minha amiga, Tati Pomar

Acredito profundamente que quando começamos algo com a cabeça aberta e paixão, nada pode tirar aquilo de nós. Recebo frequentemente recados de meninas que têm medo de começar por causa dos outros, que ficam muito preocupadas na justificativa que terão que dar para os pais, ou o namorado. Em nenhum momento isso passou pela minha cabeça, de tão absurda que é essa ideia. Eu falava com orgulho que tinha começado o ballet e minha própria alegria influenciou todos a verem tudo de uma maneira diferente.
Nunca deixei a palavra "adulta" me diminuir. Sempre pensei grande, sempre conversei com as minhas professoras e deixei claro que a minha idade não diminui minha determinação. Sempre exigi que me tratassem como qualquer outra bailarina, dentro e fora da escola.

Ninguém está na posição de te julgar, ou sentir pena de você porque começou adulta. Pena eu sinto daqueles que não têm coragem de ir atrás do que os faz feliz. Dançar me faz feliz. E mais louco é quem me diz, como na música.


"Nós somos definidos pelas oportunidades. Até mesmo aquelas que perdemos" - quote do filme O Curioso Caso de Benjamin Button


Obrigada pelas visitas, pelos comentários, pelo carinho.
Estamos juntas, ballerinas!


"Some people were born to sit by a river. Some get struck by lightning. Some have an ear for music. Some are artists. Some swim. Some know buttons. Some know Shakespeare. Some are mothers. And some people dance. "

- The Curious Case of Benjamin Button

Os pés de Alessandra Ferri by me! ;)

13 comentários:

Carolina Rocha disse...

Carol parabéns pelos três anos. Vc tem nos ajudado muito aqui sem dúvida, parabéns mesmo, amo aqui.

E que venham mais três, quatro, cinco anos do Meia Ponta :)

Parabéns

Kátia Silas disse...

Parabéns Carol, você se tornou porta de voz de muitas de nós, as bailarinas adultas (e felizes)!! Bjuu

Lais disse...

Obrigada você por ter nos presenteado com este lindo blog! Falado em lindo, vc é linda! ^^

Sissy disse...

Ola! Parabéns pelos 3 anos do blog!! achei por um acaso e me identifiquei muito, até mesmo pq eu comecei o ballet ja bem velhinha...hehe...com 25 anos, mas nunca é tarde...estou me dando muito bem!! amo demais e seu blog me inspira muito tbm!
bjaoo!!

Su disse...

Carol, muitos parabéns.
Eu comecei recentemente também o ballet, aos 29 aninhos, e sinto que foi a melhor opção que poderia ter tomado. Apaixono-me mais a cada dia que passa, a cada novo passo aprendido.
Espero que continues a fazer excelentes posts e a partilhares as tuas inspiradoras experiências :)

Melissa disse...

Carol, leio seu blog há menos de um mês, que foi quando descobri que também tenho uma ligação com o ballet. Coincidentemente tenho 20 anos e achei que era meio tarde para começar, até porque meus pais me disseram isso, outras muitas pessoas também! Desanimei mas daí encontrei seu blog e vi que se eu não tentar não vou saber não é mesmo? Obrigada por me inspirar, agora sou fã do blog, não perco um post! Continue assim Carol, meus parabéns!

Um beijão! :}

Sara disse...

Parabéns ao Meia Ponta, então! *_*
E a você, Carol, por toda determinação e o carinho com que trata o blog.
Beijo!

denny_bailarina disse...

Olá, parabéns pelos 3 anos ... Além de lindo o seu blog tem muitos posts interessantes, parabéns mesmo!
comecei meu blog aqui recentemente e encontrando o teu também me identifiquei bastante.
Sucesso!! beijo

Maria Carolina de Sá disse...

arrasou no texto, quérols! queria conversar contigo depois sobre uma possível colaboração pro lagarta. também sou designer de moda, ex ginasta e comecei o ballet adulta, há cerca de 2 anos e meio!
arranja um tempinho pra atualizar mais o blog :)

Geisa Vitte e Amábilly Furtado disse...

Carol parabens pelo blog maravillhoso que é o meia ponta!! Sucesso!!!! E muita,muita dança!!!!
Um beijão!!!
Amabilly!!

Ingrid disse...

Parabens e que post lindo! *-*

Geisa Vitte e Amábilly Furtado disse...

Os Parabéns são beeeeem atrasados, mas são de coração. Amo o meia ponta! Parabéns. Sucesso !!!! ♥

Beijos Geisa !

Carol disse...

Olá ballerina, tudo bem?
Me identifiquei muito pelo seu blog, a começar pelo nome, também sou uma Carol rsrs.
Eu fiz 5 anos de ballet (9 - 14) e tive que parar pq meu pai não gosta, desde então me sinto frustada e deprimida. No ano em que saí fiquei em profunda depressão devido problemas familiares e o ballet era como uma válvula de escape que eu não tinha mais; até minha psicóloga disse que eu tinha que voltar pro ballet, mas pra todos isso é bobeira. Hoje tenho 20 anos, beirando os 21; faço faculdade de Direito (que não é minha paixão, mas a do meu pai - ele é advogdo), não trabalho pq meu pai não quer, não tenho namorado por medo; enfim, sou um nada, me sinto um nada. Quando vejo coisas sobre ballet, principalmente fotos de minhas amigas, entro em profunda depressão, principalmente quando as pessoas vem me elogiar e perguntam pq eu parei.. minha vontade é de me matar.
Enfim, gostaria muito de ter sua coragem de enfrentar o preconceito, tudo e todos pelo ballet. Ah, como eu queria ser mais corajosa, mas não sou, tenho medo de ser.
Me perdoe se meu comentário foi um tanto quanto depressivo, mas é que não tenho com quem desabafar e, ao encontrar seu blog, me identifiquei muito, amei a sinceridade em cada palavra.
Que Deus te abençoe muito e que esse blog alcance cada vez mais pessoas.
Beijinhos,

Carol