segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ação e reação no ballet



Estou fazendo aulas há apenas uma semana e já aprendi tanta coisa nova que fez diferença no meu desempenho, que nem dá para acreditar que eu dançava até hoje sem saber destes detalhes.

Na Quarta-feira passada, minha professora parou a aula para nos ensinar como respirar corretamente.

Mas antes de tudo, ela explicou que no ballet tudo é ação e reação. Por exemplo: Quando você alonga o pescoço, o ideal é que puxe seu ombro para baixo, num movimento contrário. Assim, sentirá o músculo alongando muito mais e terá um resultado melhor. Nós devemos sempre nos concentrar para realizar uma força contrária à que estamos fazendo. É difícil, mas faz toda a diferença.

Voltando à respiração, ela confirmou algo que eu já tinha ouvido falar através da medicina chinesa: Que o certo na hora de respirar é a barriga se mover, para dentro e para fora (ou subindo e descendo) e não o peito, ou o tronco inteiro. A partir daí, com esta consciência, ela nos explicou que é possível (e necessário) controlar a abertura das costelas na hora do encaixe do quadril. A lei da ação e reação acontece neste momento também. Não basta se encaixar, você deve estar consciente de tudo que acontece no seu corpo.

E preciso constatar que, depois que passei a prestar mais atenção no movimento nas minhas costelas e na retração correta do abdômen, comecei a sentir muito mais resultado! Fiz aula também na Sexta-feira (um alongamento do ballet de cuba que me matou durante o final de semana rs) e os músculos que mais senti posteriormente foram os envolta do tronco e nas costas. Algo que nunca havia sentido antes (sempre trabalhava mais as pernas).

Adoro quando posso dividir novos aprendizados por aqui! Nossa, como estou feliz em estar de volta. Espero que a dica deste post seja válida também pra vocês. Até o próximo!

10 comentários:

M.Leite disse...

Essa da respiração eu sempre soube, e sempre ajuda. Aprendi nessas férias a da ação e reação, a escola onde faço balé ofereceu um curso de pilates especial para bailarinos, para quem estava parado e queria fazer algo.
Voltei semana passada para o balé transpirando felicidade, faço aula todos os dias, o resultado é dor em todos os músculos depois de dois meses. Mas é uma dor boa.

Projeto Bailando disse...

Olá Carol.Muito bom esse seu post.Sou estudante de fisioterapia e o que você falou realmente faz sentido.Tive a oportunidade de fazer o curso de Pilates, essa parte de respiração é fundamental no desenvolvimento dos nossos movimentos.Dá uma olhada no meu Blog que acabei de criar: http://projetobailando.blogspot.com/

ajuda a divulgar. Bjs

jenifer mary disse...

tenho 16 anos e muita vontade de fazer ballet, sempre me disseram que eu nao tenho mais idade e tal, mas vi algumas pessoas como voce que começaram e isso eta me motivando muito !

Isabela Sousa disse...

Minha professora sempre falava das costelas, sempre! =D Me lembrei dela agora, que saudades da dança, que saudades! *-*
Boa sorte e progresso! =D

Sissy disse...

Oi Carol! Mto bom saber...essa tecnica de respiraçao aprendi em aula de canto...respirar com o diafragma...a questao das costelas tbm...bom saber que no ballet tbm funciona! Vou tentar na proxima aula!

Ingrid disse...

De fato a respiração é tudo!
Muito bom voltar né?! Não vejo a hora também OSKOKSKO

bjocas

Anônimo disse...

Parabéns pelo blog, e que vc cresça como bailarina cada dia mais. Vc é uma inspiração para todas as bailarinas que leem o seu blog, ah e obrigada por postar e dividir suas experiencias!!
Bjs

Su disse...

Olá Carol, vim dar com o teu blog através do blog da Cássia.
Eu tenho 29 anos e comecei agora mesmo o ballet :)
Estou a adorar, mas por ser já 'velhota' é bom poder assistir a casos tardios também. Parece-me que tu és uma inspiração pelo que vou acompanhar-te.
Um grande beijinho.

Constança disse...

Gosto muito do seu blogue, na verdade é como uma inspiração para mim eu comecei a fazer ballet a pouco tempo mas vendo as suas publicações, isso ajuda muito mais...Eu também tenho um blogue mas não tão famoso como o seu e eu gostava muito que me o divulgasse o link é: http://abailarina-constanca.blogspot.com/

Babi disse...

Olá Sissy , também aprendi essa técnica na aula de canto.Só agora sei que também funciona no ballet, tenho aula amanha e já vou por em pratica.