segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ação e reação no ballet



Estou fazendo aulas há apenas uma semana e já aprendi tanta coisa nova que fez diferença no meu desempenho, que nem dá para acreditar que eu dançava até hoje sem saber destes detalhes.

Na Quarta-feira passada, minha professora parou a aula para nos ensinar como respirar corretamente.

Mas antes de tudo, ela explicou que no ballet tudo é ação e reação. Por exemplo: Quando você alonga o pescoço, o ideal é que puxe seu ombro para baixo, num movimento contrário. Assim, sentirá o músculo alongando muito mais e terá um resultado melhor. Nós devemos sempre nos concentrar para realizar uma força contrária à que estamos fazendo. É difícil, mas faz toda a diferença.

Voltando à respiração, ela confirmou algo que eu já tinha ouvido falar através da medicina chinesa: Que o certo na hora de respirar é a barriga se mover, para dentro e para fora (ou subindo e descendo) e não o peito, ou o tronco inteiro. A partir daí, com esta consciência, ela nos explicou que é possível (e necessário) controlar a abertura das costelas na hora do encaixe do quadril. A lei da ação e reação acontece neste momento também. Não basta se encaixar, você deve estar consciente de tudo que acontece no seu corpo.

E preciso constatar que, depois que passei a prestar mais atenção no movimento nas minhas costelas e na retração correta do abdômen, comecei a sentir muito mais resultado! Fiz aula também na Sexta-feira (um alongamento do ballet de cuba que me matou durante o final de semana rs) e os músculos que mais senti posteriormente foram os envolta do tronco e nas costas. Algo que nunca havia sentido antes (sempre trabalhava mais as pernas).

Adoro quando posso dividir novos aprendizados por aqui! Nossa, como estou feliz em estar de volta. Espero que a dica deste post seja válida também pra vocês. Até o próximo!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

I'm back!



Segunda-feira, depois de 6 meses, voltei para o ballet!


Ele me recebeu de braços abertos, numa turma simpática, com uma ótima nova professora (mas ainda na mesma academia) e um nível bem parecido com o que eu estava. Sou agoniada, vocês sabem... Fiquei pensando durante toda a aula em como recuperar o tempo perdido. "Já queria estar dançando bem nas prontas e drama e bla bla bla". Mas aí.. aprendi uma coisa nova na aula. E vi que eu estava exatamente onde deveria estar.

Humildade é fundamental. Não podemos confundir empolgação e dedicação com prepotência. Ballet adulto é assim mesmo, passo de tartaruga.


Aula de ponta, só depois do Carnaval. Mas a professora Ana disse que vai nivelar por cima e isso já me deixou feliz.

E quem sabe no meio do ano, já consigo pagar umas aulinhas particulares com minha ex-professora querida? Sou dessas, sou nerd. Amo aula particular. Falei pra nova prof, inclusive, que ela pode abusar de mim e jogar minha perna na cabeça.

I'm back!


Foto: Tumblr da Maria Kochetkova (e já foi layout do blog da Cássia também)