sábado, 19 de fevereiro de 2011

Visitando a loja da Gaynor em NY



Minha amiga, Clara, acabou de me mandar um email contando como foi sua visita à loja da Gaynor Minden, em Nova York. Clara é mais nova que eu, mas está num nível mais avançado no ballet. Fazíamos aulas na mesma academia, no Rio, e ela incluvise me ajudou no editorial da Lagarta inspirado no filme Black Swan, com os tão difíceis braços do Lago dos Cisnes - pois ela dançou a Morte do Cisne ano passado, na apresentação.
Ela também mandou fotos da loja, que estão ao longo do post ( eu só dei uma editadazinha, tá, Clarinha? haha Mania de fotógrafa)! Fofa, né?




"Quando eu cheguei no prédio - que parece residencial, tem um corredorzinho longo, e no final, a entrada da loja mesmo -, não sabia que precisava ter marcado uma hora pra fazer o fitting. Descobri quando a moça me perguntou se eu era uma das meninas das 3:15, e já fiquei achando que não ia conseguir minha sapatilha. Ela estava esperando três bailarinas, mas me pediu pra entrar e disse que não tinha problema. Como elas estavam atrasadas, foi começando comigo mesmo. Ela estava lá sozinha quando eu cheguei, e apesar de já ter lá seus quarenta anos, com certeza foi bailarina - aquela postura e jeito de andar não me enganam (além da forma física dela). Ela foi super simpática e me deixou confortável, porque eu fiquei meio intimidada por estar lá.
Foi tudo muito rápido: ela pediu para eu pisar naquela "régua" para pés deles, e mediu os dois pés (comprimento, largura e acho que altura também - eu tenho o pé direito maior, haha). Depois, pediu pra eu esticar a ponta, como se tivesse feito um tendu, olhou pro meu pé e foi lá pegar a sapatilha. Ela só teve que pegar dois pares, e foi porque a primeira ficou grande. Mas o modelo que ela escolheu foi perfeito. Eu subi na ponta facilmente e achei a Gaynor muito mais confortável e firme do que as outras.
Até me assustei um pouco com a rapidez da coisa. Ela pôs as sapatilhas, um pacotinho de elástico e um pacotinho de fita na sacola, e pronto. Eu fiquei meio sem graça, mas perguntei se podia tirar algumas fotos. Ela disse que podia, e ficou até feliz de eu ter perguntado hahah Tirei as fotos, escolhi um poster (se você for no site, vai ver que eles dão de graça uns posters lindos. Claro que pro Brasil tem um precinho a mais, mas escolhi o meu da Gillian Murphy), e fui embora feliz da vida (só com pena de sair tão rápido)."







E aí, gostaram? Um sonho, né?
Brigada, Clara!

10 comentários:

Letícia disse...

Amei a loja, linda acho que a gaynor é um sonho de muitas bailarinas, passa no meu blog http;//eutambmdanoballet.blogspot.com bjs!

Anônimo disse...

vc só não falou qual foi o modelo que sua amiga levou! estive la em janeiro desse ano e a moça me recomendou a extraflex (sacolinha amarela), a segunda mais dura. Mas a loja é bem como sua amiga falou mesmo, super pequenininha mas muito fofa!
abraços

Isabela Sousa disse...

Amei o post! que loja linda! =O
Sempre quis conhecer =)
bjs

Jade Christinne disse...

Ai que gracinha essa loja!!!
Super fofa!
Que vontade de visitar e comprar um moonte de coisinhas!
E essa história de cartazes grátis??? QUEROO UM'
:)
Ótimo post!

Beeijos

Fernanda Angeli disse...

Carol amei..que loja fantastica não.
Já fui a NYC mas não deu tempo de passar numa lojas dessas..quem sabe qdo eu voltar um dia!!
Beijos.

Stephanie disse...

Que lindo! Nossa, dá até uma tristeza de não usar mais sapatilha... :(
Quero uma Gaynor só pra enfeitar meu quarto. haha

a bailarina disse...

que lindo, sonho...
adorei...
bjs

ballet por todos os cantos disse...

Ah que lindo. Não sabia que o procedimento era tão rápido, mais amei.

Juliane Calixto disse...

Que legal! Pela descrição, me lembrei do Harry Potter na loja de varinhas.
Adorei. Hj fiz minha segunda aula de ballet e sempre visito o blog para ficar por dentro e sobretudo me lembrar do nome dos passos...
Já tenho meus 25 e o começo não é fácil.
Bjos e parabéns pelo blog

Leticia.... disse...

Eu gostei mt do seu post...
Espero um dia poder usar uma sapatilha destas tmb
Bjoo parabéns Pelo Blog*
Td de bom