terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

dont push it too hard!



Ontem a aula foi maravilhosa! Minhas coxas estão doendo como nunca e minhas inseguranças a respeito da turma foram todas embora. Simplesmente pelo fato de ter feito exercícios muito parecidos com os que eu fazia no Rio. Parece que estou começando o Básico 1 de novo. E tem sido bom retroceder um pouco, pois os novos exercícios de barra do final do Básico 1 estavam me dando uma surra de tão complexos e rápidos. Estou tendo a chance de consertar errinhos fundamentais, como a posição dos braços e o meu cambré. E uma coisa legal é que a Mônica (a professora) gosta bastante de centro. Eu quase não fazia pliés e grand pliés no centro na minha antiga turma. Vocês tinham que me ver caindo fazendo grand plié na 4a posição! haha Ah! E sempre finalizamos a aula com o agradecimento, que é muito bonito de se fazer. É uma das partes que mais gosto. Mas ainda não decorei, claro. Tenho que olhar a professora. rs

Devo dizer que "dou sorte" com professoras. A Mônica é muito atenciosa, calma, sempre para no meio de um exercício para corrigir. É uma nova versão da Natália (estou morrendo de saudades) e acho que não conseguiria fazer aula caso as duas não tivessem essa semelhança. Ontem, ela nos explicou que cada um tem sua quinta e que é um absurdo escolas forçarem suas alunas a fazerem uma quinta completamente fechada. Em função disso, ela teve problema no joelho esquerdo. Contou que, quando foi fazer um curso nos Estados Unidos, a professora parou a aula para "abrir" um pouco o pé dela na quinta posição e disse "Essa é a sua quinta". Mas já era tarde, o joelho já tinha sido forçado durante anos... Ela nos fez entender que sempre temos que tentar um pouco mais, a cada aula, para ultrapassar nossos limites. Mas também temos que respeita-los: Se está sentindo dor onde não deve, pare. Se você está fechando a quinta perfeitamente, mas seu joelho não está esticado, então, não adianta nada. Os movimentos têm que ser executados com perfeição, antes de tudo. Foi uma lição muito boa. :)

14 comentários:

clara vitória disse...

nossa, que ótimo. E que sorte de ter uma professora tão legal, hein?
realmente eu concordo com ela. Eu não tenho uma quinta perfeita também apesar de meus joelhos serem em x e acho horrível que os professores forcem de vez.

amei a foto do post !

beijos e boas aulas !

Mariana disse...

Q bom q vc está gostando da sua nova professora! Temos q tentar se dar bem ao maximo com eles, para tornar nossas aulas ainda mais agradaveis do que ja são!
E eu concordo plenamente com sua nova professora...temos sim q superar nossos limites, mas tbm temos q respeitar o nosso corpo
bjusssss

Camis Morilhas disse...

Sabe que minha professora disse a mesma coisa a aula passada sobre a quinta posição??? Quase ninguém na minha turma tem a quinta bem fechadinha, e ela via a gente se matando pra tentar conseguir, ai ela simplesmente parou o exercício e explicou exatamente isso.....
Realmente é muito bom ter professoras boas, e com consciência dos limites das alunas...

Um beijooooo e boa semana

Jade Christinne disse...

Oii Carol!
Que bom que está gostando das aulas!
Existem "N" tipos de professoras, mas tive sorte de ter uma muito atenciosa e calma, mas que é BEEEM rigorosa!Muita sorte sua de ter uma professora assim!

Em relação a quinta posição, eu já notei também que é bem comum vermos bailarinas que não conseguem fechar total, mas lá na minha sala, a professora não quer passar dos limites com ninguém, portanto todo mundo só vai até onde consegue!!

Beeijos

P.S: Dá uma passadinha lá no blog!!!Quero ver seu blog aderindo ao novo "compromisso"

ballet4everjade.blogspot.com

ana guedes disse...

minha professora sempre fala que cada uma tem sua posição umas são mais abertas e outras são mais fechada.Que bom que você consegui uma professora calma e atenciosa, isso é tudo o que uma bailarina precisa :)
boa sorte nas próximas aulas!!!

Cássia disse...

Eu preciso dizer que já me apaixonei pela sua professora? Hehehehe. Adoro quando os profissionais do ballet clássico olham para frente e percebem que essa história de destruir o corpo, além de prejudicial à saúde, é coisa do passado. Você está no lugar certo! E é tão bom uma aula pesada, né? Eu adoro. (Voltei a colocar o seu blog no meu google reader, tá? Assim, aparecerei mais vezes nos blogs das bailarinas queridas para comentar e conversar um pouco.)

Mais beijos.

Kelly disse...

Su aprofessor parece ser otima, eu até gostaria d evoltar a fazer blaé mais o tempo me consome. Sempre tive azar com professoras. É bom ve rque você esta gostando. Monica parece ser muito legal.

Espero saber mais das suas aulinhas

*May Lopes disse...

Puxa,que coincidência...fiz uma postagem com o título "Básico 1 " esses dias.Eu to no básico 1 e tem sido muito difícil pra mim!
Beeijos!

ballet por todos os cantos disse...

Bom ouvir isso Carol. As vezes me cobro demais! Enfim... que bom que está gostando, e você ainda não nos contou se fez a aula com a gaynor hein! rsrsrs.

Steph disse...

Olá carol ! ja fiz um comentario no seu blog a respeito de joanetes e gostei muito de sua resposta. será que vc tambem saberia me informar sobre pé chato? tenho uma enormee dificuldade de ficar na meia ponta com meu pé esquerdo.. fico sem equilibrio. você sabe de algo que pode me ajudar? morro de medo de ter que parar o ballet!!
beijo! muito obrigada

Dayanna disse...

Sempre leio seu blog! Esse ano tomei coragem de voltar ao ballet depois de tantos anos *-*
Eu sou bailarina de dança do ventre e jazz, mas o ballet é um sonho ne
Esse ano vai ser maravilhoso!

Julimel disse...

Oi Carol td bem?
Acho que ainda não me apresentei. Sou a Juliana, dona do blog Vídeos de Ballet Clássico. Acompanho seu blog e adoro ler o que vc escreve.
Estou te dedicando um selinho...
Dá uma passada depois pra pegar tá?
http://videosdeballetclassico.blogspot.com/

Ah, e espero que vc goste do meu blog^^

É um prazer estar aqui conversando com vc!!!
Bjão

monica disse...

Carol linda!
Muito bom ver você falando das aulas e melhor ainda sobre meu trabalho que desempenho com tanto amor e dedicação. Bailarinas como você nos fazem lembrar sempre, de como é bom ser professora!!! E se tratando do corpo, o melhor resultado é aquele consciente... De nada vale perna alta estourada! As amigas blogueiras fiquem a vontade para fazer perguntas em seu blog que respondo com o maior prazer!!! beijo enorme e muita dança sempre!

Thalyta disse...

Carol seja bem vinda à Brasília!Muito legal ter te conhecido!Seu blog é um máximo!Espero nos aproximarmos cada dia mais!bjinhos