segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Natalie Portman by Peter Lindbergh

Natalie Portman saiu na VOGUE America de Janeiro em fotos lindas ballerina inspired , falando de como foi todo o processo e a preparação física para atuar em Black Swan. Assim que tiver um tempinho, posto uns trechos traduzidos aqui...





Quer ver mais? Visite meu outro blog.

domingo, 12 de dezembro de 2010

a apresentação

Minha apresentação foi hoje de manhã.
Acordei cedo, um pouco cansada dos eventos de Sábado e preocupada com meus pés. Logo depois da maquiagem (cada vez fico melhor! Adorei a que fiz em mim!) subi logo nas pontas para ver se estava machucando em algum lugar específico, rezando para que nenhuma unha estivesse doendo (pra mim, unha doendo é o pior!).

Deu tudo certo, na medida do possível. Eu tinha muitas saídas e entradas, o que me deixou um pouco confusa. Mas não errei nada de coreografia. Só acho que me faltou mais concentração. Nunca havia sido personagem numa peça e fiquei nervosa por estar dançando nas pontas pela primeira vez. Acho que me saí melhor nos ensaios do que no palco. Eu já tinha percebido que estava desequilibrando desde o ensaio geral, como nunca havia acontecido antes. E nem era quando subia na ponta, era com o pé no chão mesmo. Eu sentia meu corpo tremendo...

Vendo os vídeos, a gente sempre encontra defeitinhos. Sou muito auto-crítica. E sempre tem alguma companheira sua que não faz coisas básicas como esticar a ponta, ou levantar a perna na hora certa. Não tem jeito... Por isso que quero logo poder dançar um solo, ou um pas de deux. haha

Pedi para o Bark filmar todas as 3 coreografias principais: a do pássaro azul, da Branca de Neve, e Yesterday e Let it be, dos Beatles. Por isso, não tenho fotos dessas partes, mas tenho de outras, das minhas "atuações" e da minha dança com o baby. Aquela outra de passarinho na foto é minha professora, a Natália! Ela teve que entrar junto com a filha, Duda, se não ela não ia dançar de jeito nenhum! haha

Para ver as imagens num tamanho maior, só clicar!







Devo dizer que o que mais me deixa triste nessa mudança pra Brasília é sair da minha escola. Amo minha professora, adoro minha turma, gosto de todos os outros alunos e professores com os quais já ensaiei... Eu e Natália já demos umas boas choradas. Mas eu sempre espero coisas boas de mudanças e queria agradecer a todos os comentários com dicas de escolas por lá! Já vou começar a pesquisar. =]

Assim que tiver os videos editados, eu posto. ;)

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Transições

Olá, queridas leitoras! Quanto tempo!

Peço desculpas pela minha ausência, mas se não me sobra tempo nem para ir ao ballet, imagine postar aqui. Nem sei como consegui ensaiar passagens de pergonagem e 3 coreografias, faltando tanto! Estou com medo da prova, que é semana que vem, pois faltei a maioria das aulas de barra para ensaiar uma das coreografias (com a permissão da minha professora, claro). Quem disse que eu decorei todos os exercícios? Dá-lhe um 6,5 pra passar raspando. haha

O estúdio e aLagarta tomam 99% do meu tempo. Muitas coisas aconteceram... Estou de mudança. Até escrevi em meu outro blog sobre. Em Janeiro, mudarei para Brasília! Inclusive, estou pesquisando escolas de ballet por lá, que me aceitem em turmas "normais" e não de iniciante adulto, afinal, já estou quase indo para o nível intermediário na escola onde danço aqui no Rio. Alguém tem alguma dica?

O blog vai voltar com tudo por lá. Vamos ter uma vida mais tranquila, saudável e dizem que Brasília é um dos melhores lugares para se estudar qualquer tipo de Arte. Estou ansiosa...

Enquanto a mudança não chega, estou vivendo intensamente os últimos dias na primeira escola de ballet da minha vida. Tento não pensar muito e ignorar o fato, para não chorar. Eu e minha professora estamos disfarçando que ninguém tá triste...

Pintei minhas sapatilhas de turquesa, para virar um pássaro dia 12 de Dezembro. Foi um momento difícil também, pintar minha primeira sapatilha... Quer dizer, minha primeira mesmo foi uma Capézio (vocês acompanharam minha odisséia) mas quase não usei. Foi com a Toshie que chorei, sofri, aprendi a dançar e fiquei feliz. Mas é uma transição, né? Mal posso esperar para comprar uma nova e começar tudo outra vez!


Obs: Usei tinta para tecido Acrilex. Misturei duas cores de azul. Há quem diga que é melhor passar uma camada de branco antes. Mas eu pintei direto no tecido. ;)

Um beijo de quem está aguardando *ansiosamente* a estréia de Black Swan.