quinta-feira, 26 de agosto de 2010

o pesadelo


Essa noite, tive meu primeiro pesadelo de ballet. Não foi coincidência. Minha última aula de pontas foi um desastre: sentir dor em lugares que nunca havia sentido antes e muitas vezes nem consegui subir pra fazer alguns exercícios. Saí de lá muito frustrada, com vontade de chorar e pensando em como vou comprar outra sapatilha (quero trocar a Toshie pela Grisi, que é mais larga) se não tenho dinheiro no momento. Ah e o elástico da ponta direita arrebentou - de novo.
Além disso, minha professora me alertou para meus pliés em primeira e em quarta. Disse que estou colocando os joelhos pra frente e achei uma dificuldade extrema me concentrar para abrir o quadril e os joelhos, algo que nunca aconteceu. Pra completar, tive que faltar a aula de ontem e com certeza me senti culpada por dentro. Estou numa época muito conturbada no trabalho e isso se relfetiu no ballet, com certeza. E meu subconsciente jogou tudo pra cima de mim num sonho muito desagradável. Era uma aula de ponta. Estávamos em outro lugar, acho que tinham alguns outros profissionais olhando... E eu abandonava a aula, por estar indo muito mal. Sentei em algum lugar pra acertar minha ponta, tirar, colocar de novo, ver os curativos e minha professora veio atrás de mim, meio chateada, perguntar o que estava acontecendo e por que eu não estava na aula... que sensação chata.

Está tudo muito "pesado" pra mim.

Quem nunca ouviu falar da história dos Red Shoes? Também é um pesadelo! rs Falando em sapatilhas vermelhas, fotografei a Livia, bailarina adulta que veio fazer seu book com visual rock'n'roll. Tem mais no flickr do estúdio.




12 comentários:

Leticia disse...

Carol
Eu já tive pesadelos sobre o espetáculo... nunca sobre as pontas ainda (já estamos ensaiando para o espetáculo nas pontas, mas não deu tempo ainda... só tive pesadelos sobre o casamento).
Acho que o nosso dia a dia conturbando influencia. Um dia escutei uma bailarina me dizer, ah! você tem que entrar na aula e esquecer os problemas do dia a dia, blablabla. Péra ai, eu tenho 30 anos, um trabalho extremamente exaustivo e de responsabilidade, estou organizando o meu casamento, a minha futura casa e quando entrar no ballet, pluft, uma fada madrinha vem e me afasta dos pensamentos. Me diz qual o nome da droga que vou tomar! rsss. Eu acho que vc tem que dar um desconto, acontecem dias ruins Carol. Tem dias que o corpo não responde, você está fisicamente cansada, mentalmente esgotada... ai não tem aula que saia querida! (não é só aula não... se vc fosse pra academia correr, ia desistir no meio!)
Você, como eu, também se cobra... também quer perfeição, quer tudo direito. É nosso direito... mas pense na sua saude, porque cobrança também nos faz mal... falo por experiência.
Respira, descansa um dia... q a sua próxima aula será linda...
Vamos um passo de cada vez!
Se cuida e se precisar desabafar... estou por perto (tui @casadecatarina e no blog blog.casadecatarina.com.br)
Beijos
lelê

Carol Percy disse...

...ahh,axo q to vivendo esse pesadelo na minha vida,rsrs. Faço ballet pq gosto,mas tb tenho muitas dificuldades. Agora estou de professor novo q é muito + exigente,e aula passada nas minhas tentativas de piruetas fui tão mal,q achei q tava atrapalhando o andamento da aula,me sentei morrendo d vergonha e chateação. Ahhh,enfim...ballet é isso,é persistencia. Não é sempre um mar de rosas,mas se fazemos por amor e satisfação,tá valendo....

*May Lopes disse...

Eh...acontece!
Nós bailarinas adultas sempre teremos dias bons e dias ruins neh?
Mas força menina!


-Amei as fotos da Lívia!

bjO

Isabela Sousa disse...

Eu costumo ter pesadelos de tudo que estou apreensiva: colégio, inglês, ballet....
É normal isso, rs...
Mas Carol, não se desanime! Sei que a vontade é de chorar e até às vezes desistir, mas a vida de bailarina é repleta de altos e baixos!
Bjos.

Lívia Melo disse...

Olá!!!
Adoro seu blog. Tenho acompanhado bastante. Comecei a fazer Ballet a pouco tempo, tenho 23 anos. Com quanto tempo voce foi para ponta? ... Espero que na sua proxima aula de ponta essa nuvem negra passe longe e voce arrase nos passos.
Beijos

Carolina Cunha Mello disse...

Carooool,
me identifico tanto com você, impressionante!
Gata, você não sabe como me ajudou ultimamente..me inspirou a realizar vários desenhos meus que eu não colocava em prática. Não esmorece menina! A vida é isso: altos e baixos! E por incrível que parece nossos momentos mais difíceis são os mais criativos, pois a nossa cabeça funciona a mil!
Tenho acompanhado muito os seus blogs. Engraçado, temos pouca intimidade mais me sinto super próxima de você, por cauda disso, dos blogs...
Você deve até estar achando estranho, rs! Não quero te "invadir" de jeito nenhum e nem que você sinta que estou te "invadindo". Mas se você está compartilhando no blog acho que é porque quer dividir com outras pessoas, né?!
Beijãoo

Juu ' disse...

Ohh eu aqui de novo! haha'
Oii Carol..
Pesadelos de Ballet eu nunca tive (ainda).. acho que o mais perto que um 'sonho ruim' de Ballet me aconteceu foi uns tempos atrás, que sonhei que minha professora fez eu dar tantas piruetas que meus pés sangravam - esquisito! kk' - acordei com dor nos pés..... Mas sobre seu pesadelo, beeem.. dá pra perceber como vc anda aflita e nervosa ultimamente em alguns posts', mas a vida nunca é um mar de rosas de cjocolate mesmo né, e a gente tem que lidar com essas coisas, ou pelo menos tentar, ou simplesmente deixar que as nuvens cinzentas desses dias 'horriveis' nos permitam ver o céu azul novamente.. enfim! Carolzinha, querida! Vc é forte menina!! Não esquece que nada é por acaso, e tenta relaxar tbm, fugir um poquinho da rotina, das preocupações, vai te fazer bem flôr! Beeijão' E força pra cima heiin! ;DD

P.S- AHH! Se eu morasse no Rio, ia fazer um book ctg, muuuito perfeita as fotos, parabéens!!' ;DDD *baabey' na sapatilha vermelha 'O'

Jade Christinne disse...

Carolzinha,
Bem tenho pouca experiência no ballet ( apenas um ano nessa paixão!), mas posso te dizer que TUDO ao nosso redor influi quando entramos numa sala de ballet!
Dependendo do dia que vc teve, de com que teve que lidar, seu ânimo pode mudar COM-PLE-TA-MEN-TE!

Já tive inúmeros sonho about ballet e sempre me trazem alguma reflexão... Já tive certa vez um pesadelo parecido com o seu, mas no meu sonho, eu estava treinando sem parar dando o melhor de mim e minha profª não paráva de me chamar atenção e brigar comigo etc...Até que cansei, e tmb saí da sala e fui ao banheiro e chorei por horas e horas...Bem, depois, eu fui entender que esse sonho tinha a ver com fato de achar que apesar de ter dado o meu melhor na aaula daquele dia, FOI INSUFICIENTE!

Mas enfim, minha linda, levante a cabeça e siga em frente, pq todas nós temos seus dias...E NAADA ALÉM DE VC MESMA IRÁ TE IMPEDIR DE DANÇAR!

Beijos...

carla disse...

Menina, pesadelos de ballet foram provavelmente os mais constantes na minha vida. Aliás, tenho até hoje. SEMPRE tem uma apresentação começando e eu não sei a coreografia. Tive um desses semana passada!

Cássia disse...

Uma vez, voltando de uma aula de ballet, eu chorei na lotação (não sei se tem isso aí no Rio, mas aqui tem ônibus e micro-ônibus, estes são chamados de lotação). Chorei de tristeza, impotência, vontade de largar tudo. Eu ainda tenho, para falar a verdade. Mas passa. Pense muito no que você quer realizar, não importa se é uma pirueta na ponta, uma diagonal sensacional, mas pensa nisso. Dá vontade de continuar. Sobre os pesadelos com ballet, eu tenho quando fico doente. Sempre que conto isso riem de mim, mas se tenho febre, sonho com corpo de baile. Todas girando e eu no meio... bem o que aparece no trailer de Black Swan. É horrível! Só quem tem pesadelo sabe quanto a gente se sente mal. E se você está muito estressada, você não contou aqui que fazer passos sozinha, na varanda, te acalma? Então. ;) Comigo, o que dá certo, é me alongar na barra. Estico a perna, me apoio e fico lá...

Doce beijo e não esquente tanto a cabeça. Você é bailarina e assim será a vida inteira. Não esqueça disso jamais.

Amanda Ramos disse...

Noooooooooosaaaaaa,Carol!Faço ballet há 9 anos e já usei várias sapatilhas de ponta diferentes!Ontem,de noite decidi que ia comprar minha nova sapatilha de ponta prox.semana.Analisei e decidi que ia comprar a Toshie da sodança.Mas,depois de ler seu post,fiquei com medo de usar a Toshie!Acho que vou comprar a fouette-capézio que eu já usei e é melhor!Experimente tambem!

Amanda Ramos disse...

Noooooooooosaaaaaa,Carol!Faço ballet há 9 anos e já usei várias sapatilhas de ponta diferentes!Ontem,de noite decidi que ia comprar minha nova sapatilha de ponta prox.semana.Analisei e decidi que ia comprar a Toshie da sodança.Mas,depois de ler seu post,fiquei com medo de usar a Toshie!Acho que vou comprar a fouette-capézio que eu já usei e é melhor!Experimente tambem!