terça-feira, 23 de março de 2010

Olá, ballerinas!

Não tenho postado em função de muito trabalho e alguns probleminhas do dia-a-dia. Nessas épocas, infelizmente, o ballet clássico se resume à sala de aula pra mim, pois não consigo dar mais atenção. Fica quase impossível ler blogs, estudar, ou ver vídeos. Sinto muita falta e vou acumulando coisas para postar, que muitas vezes acabam esquecidas...

Novidades: estou me adaptando bem à Toshie! É muito interessante o início nas pontas. Vejo um pequeno progresso a cada aula. Nem me importo quando a professora diz como fizemos errado e feio um exercício, porque eu sinto a cada aula meus pés mais familiarizados com a sapatilha. Já consigo executar passos que há duas aulas me davam muito medo e cada vez mais entendo onde dói, quais dedos tenho que proteger... Cada vez mais sinto que as sapatilhas fazem parte de mim. Antes, eram um objeto estranho.

Gillian Murphy



Separei um post sobre Gillian Murphy, uma outra bailarina que tem me chamado atenção. Adorei assistir O Lado dos Cisnes com ela! E ela me inspira por um motivo pessoal: é uma bailarina de seios grandes. Pelo menos, maiores do que o normal, que se vê por aí nos palcos.

Gillian tem 31 anos e é principal dancer do American Ballet Theatre, assim como seu marido, Ethan Stiefel (que atuou em Center Stage!) Outro ponto com o qual me identifico, pois também trabalho com meu namorado.



Eis um vídeo dos dois dançando juntos:



Entrevista sobre Swan Lake:

quarta-feira, 10 de março de 2010

Básico 2 + Turma de adulto - o dia-a-dia e as dificuldades

Bom, descobri semana passada que estou, na verdade, no nível Básico 2. Pulei um nível sem saber! haha Isso é tão bom!

A turma do Básico 2 tem 6 meninas, de 12 a 16 anos. Sou a única adulta. Estamos fazendo uma aula de ponta por semana, de 30 mins de duração. Já estou entrando no pique da ponta. Na última aula, fiz meus primeiros exercícios no centro e confesso que morri de medo! haha Acho que meu medo até me impediu de realmente realizar com êxito. É que uma menina lá na escola torceu feio o pé, caso de colocar pino e tudo. Sempre testo meus limites antes de mãos dadas com uma outra companheira de aula, ou na barra. Mas aos poucos, sinto que meus pés estão se acostumando e também ficando mais resistentes. Uma aula de 15 minutos costumava me matar. Na minha primeira aula de 30 mins também sai morta e com os pés doendo, mas em compensação, foi uma aula mais longa e com exercícios mais difíceis. É legal sentir o progresso. Fiz meus dois primeiros machucados nos pés! Um em cada pé. Nenhuma bailarina esquece seus primeiros machucados com a ponta... Ainda não sararam completamente, vou ter que protege-los bem na próxima aula.
Tenho sentido algumas dificuldades em exercícios de sequência mais longa na barra. Mas não me desespero porque sei que demoro um pouco pra pegar e lembro que quando comecei na turma de adulto, achava uma simples sequência um bicho de 7 cabeças!

Minha turma de adulto está super agradável. Meus amigos de sempre e algumas pessoas novas. Em função da filha bebê, minha professora, Natália (que ainda me dá aula no Básico), teve que contratar outra pessoa para nos dar aula. Adorei a nova professora! Ela tem um método bem legal, leve e ensina o be-a-bá mesmo, chamando atenção para os pequenos detalhes. E dá muita atenção para os braços, o que é muito bom pra mim, pois é algo que preciso melhorar. Adorei, pois apesar de estar num nível acima, eu ainda preciso muito aperfeiçoar um monte de coisas que não aprendi direito.

Bom, agora vou-me porque tenho minha aula de adulto já já!

Em breve, vou contar uma novidade legal de trabalho!

Beijo em todas

quinta-feira, 4 de março de 2010

Sarah Lamb


[foto: eric antoniou]

Sarah Lamb se tornou uma das minhas queiridinhas. E acabo de descobrir que ela tem 29 anos! Com essa carinha linda de boneca. Acho que bailarinas permanecem jovens para sempre. haha Sério. De tanto interpretar papéis de meninas, com tanta leveza, acho que elas acabam carregando essa essência para toda a vida adulta.

Para quem não sabe, Sarah é americana e dança pelo Royal Ballet.







Já postei o vídeo da foto, agora, posto a entrevista e o making of:



Beijos!