sábado, 12 de dezembro de 2009

A primeira avalização

Hoje fiz minha primeira prova de ballet clássico. Bem, minhas primeiras provas, pois foram duas... Foi um longo dia.
Uniforme impecável, coque bem preso, fios no lugar...
Comecei o dia já cansada, pois ontem fotografei a festinha de 1 ano do meu irmãozinho. Acordei cedo para ir pro RPG e, logo depois, comecei a rotina de trabalho. Às 16h30 cheguei na academia para ensaiar uma coreografia da parte infantil/juvenil da apresentação de final de ano, que como eu comentei anteriormente, terá como tema A Bela e a Fera. Logo após esse ensaio, às 18h, entrei em outra sala para fazer a prova de uma turma de nível básico, um pouco mais avançada que a minha. Minha professora pediu para eu fazer essa prova para ver se eu estou apta a fazer uma aula com essa turma no ano que vem. (Quero fazer ballet três vezes na semana e não poderei fazer com a minha turma de iniciante adulto, pois o terceiro dia só poderá ser nas Segundas-feiras e toda Segunda eu estou no Centro fotografando o Palco MPB com o Bark). Tive algumas surpresas, alguns passos mais elaborados do que costumo fazer, mas no geral acho que me saí bem. Acho, não, pois minha professora confirmou. Como não era realmente a minha prova, fiquei mais relaxada: o que eu acertasse, seria lucro e o que eu errasse não seria mal-visto, pois era um nível acima. Fiquei mais nervosa na hora da minha prova. Errei umas sequências e meu grand jeté foi uma piada - o que não costuma ser. Mas não acho que tenha sido tão ruim também... Só estava muito cansada.

Ser bailarina adulta realmente é um desafio. Fico muito triste toda vez que vou cansada, ou tensa, para o ballet. Minha professora comentou após a nossa prova que aquela era uma turma "livre", que não seria cobrada da mesma forma que as outras, pois ela entende que somos adultos e que procuramos coisas diferentes no ballet, como "musicalidade" ou um exercício físico através do prazer de dançar. Mas pra mim é muito mais do que isso. Não sei ainda exatamente o que é, mas é algo mais forte...

Ficar sem ballet até o dia 2 de Fevereiro será um desespero. rs


Christmas is comming! E O Quebra Nozes também! O vídeo não tem lá qualidade muito boa... mas vale a pena:

6 comentários:

arritmia disse...

boa sorte =) acredito que você tenha se saído muito bem!

na verdade, até gosto de ir para a aula triste (nessas horas nem tenho muita vontade, mas me obrigo a ir) e sempre saio de lá muito melhor. Costumo dizer que a dança é a minha terapia :]
Essa semana levei uma bronca do meu chefe e logo depois fui ensaiar, toda pra baixo, meio mal. Não falei muito com minhas colegas e estava muito tensa. Mas quando comecei a dançar, toda aquela tensão saiu de mim e se dispersou nos movimentos. Nunca tinha dançado aquela coreografia com tanto vigor!

Casa de Catarina - lelê disse...

Carol,
concordo com você sobre ir às aulas muito cansada. Isso acontece comigo e também me deixa super chateada. Como faço aula às 20:30... acontece com alguma frequência (depois de um dia longo no escritório). Mas fazer o que? Se não fizermos deste jeito, não fazemos ballet.
Bacana você ter prova de ballet! Na minha escola não temos isso tão definido na turma de adultos. Só para as crianças e os alunos particulares. Faço 3x por semana e as turmas tem níveis diferentes. A partir do ano que vem teremos iniciantes, intermediário e avançado. Isso será muito bom!
Bom espetáculo para você! (o meu já foi!) E realmente as férias são terríveis... ainda bem que volto dia 18/01. Ainda tenho mais uma semana de aula (esta próxima), então temos 1 mês de férias.
Beijos
lelê

. Simoní disse...

Oi Carol!
Primeiro me deixa comentar sobre o layout do seu blog, que tudo, você está muito linda na foto, fiquei encantada!!! *-*
Segundo, comprei a minha CK sim, o modelo é a Nikiya, a cor é salmão parece muito com a cor da sua na foto, experimentei várias mais a que melhor se adaptou ao meu pé foi esta, o palpite da minha Profª foi certo.

Agora sobre o post, concordo contigo também acho ruim ir pra aula quando estou cansada, ou depois de um longo dia de trabalho, afeta o rendimento; mais ao mesmo tempo não conseguimos viver sem, e não medimos esforços para freqüentar as aulas, esse é o lado bom o das turmas de ballet adulto.
Esse ano nossa avaliação foi física mais voltada para o condicionamento, mas fiz no final do ano passado a de Ballet e nossa fiquei muito tensa na prova pratica, com aquela banca de juri olhando, errei coisas pequenas e bobas, mais depois de ver o resultado vi que não fui tão mal, vale muito à pena.

Beijos :*

Monica disse...

Oii Carol!
Legal vc já ter feito sua prova. Ao contrario do que se espera eu fiquei feliz quando a minha prof. falou de avaliação! não pq eu sou doida, mas pq depois disto ela vai nos colocar na ponta.
Mas esta prova só vai acontecer na metade o finzinho de 2010.
Mas esses dias durante a aula de alongamento eu fiquei muito feliz pq minha prof disse que a musculatura das minhas coxas e panturrilhas é muito forte e esta toda definida. Eu nunca tinha reparado nisto. Fiquei ultra feliz né, pq ela disse que eu terei muita facilidade na ponta.Aii num vejo a hora de dançar, voar, flutuar numa sapatilha de ponta.
Acho que vc se saiu muito bem na sua avaliação, se vc foi bem em uma avaliação que é um pouquinho mais avançada, imagine na sua turma!
Beiiijos!

Cássia disse...

Ano passado eu tive exame com banca examinadora. Dois avaliadores de fora, além da fisioterapeuta que me atendia. Foi uma agonia desmedida! A minha perna tremia tanto, mas tanto... Acho bacana ter alguma avaliação, mas exame com banca eu acho muito cruel. Uma época, logo no meu começo do ballet, cheguei a fazer aula depois do trabalho (eu ainda não trabalha em casa) e não rendia nada. Eu não consigo render se estou muito cansada, por isso preferi só ir aos sábados. Mas quando não há como, o jeito é fazer aula cansada mesmo.

Grande beijo.

FakeBallerine disse...

Oi Carol, tudo bem? Err, eu moro no Rio e vou começar a fazer ballet agora. Queria saber onde comprar sapatilhas. Não sei mesmo. Valeu (Y)