sexta-feira, 25 de setembro de 2009

a 2a aula de ponta




Bom, dessa vez eu até coloquei esparadrapo, mas esqueci alguns dedos - que acho que começaram a "marcar" só nessa aula. Agora, já decorei os que precisam de proteção.

Fiz mais exercícios variados na barra e amoleci mais as pontas, fazendo bastante meia ponta. Falando em amolecer, conversando antes com minha professora, eu disse o termo "quebrar a ponta" e ela me olhou espantada, dizendo: "Como assim quebrar a ponta? Quando a ponta quebra, você joga ela no lixo, pois não consegue mais subir..." Depois de muito esforço, consegui explicar que tenho lido bastante esse termo na internet e ela disse "Ah, eles devem estar falando de ´amolecer´a ponta. Ou devem estar falando de moldar para os seus dedos. Deve ser uma gíria nova, pois na minha época não se falava isso não..." (E ela não é velha! rs) Ela disse que "quebrar" é quando a sapatilha realmente racha no meio, na sola e não tem como subir. E quando eu comentei da cena do filme Center Stage na qual uma bailarina pressiona sua sapatilha contra uma porta para se preparar pra aula? Foi muito engraçado. Ela disse que isso é "pra aparecer", que não tem necessidade.

Uma coisa que gostei muito foi que a "malhação" nas pontas é mais intensa. Sinto mais dor nos músculos na hora dos exercícios. Engraçado que, na academia, eu odiava. No ballet, gosto da dor porque sei que vou ficar mais forte pra poder dançar cada vez melhor!

E cada hora descostura uma fita...

9 comentários:

Thaís disse...

Que graça, Carol!
Gostando de ver sua evolução nas pontas. E sim... Aos poucos, vc. vai perceber onde o calo aperta literalmente, quais dedo precisam de maiores cuidados, etc. E sua professora está certíssima! O termo "quebrar a ponta" é extremamente equivocado. O que acontece mesmo é ela amolecer e ser moldada aos nossos pés. Mas confesso que usei bastante o termo no passado, viu? Portanto, é uma herança que devemos deixar lá.

Meus parabéns! E continue contando a quantas andam suas aulas de ponta, ok?

Beijão!

Cássia disse...

Carol, eu fiquei imaginando a cara da sua professora quando você falou sobre "quebrar a ponta", hehehe. Mas sabe que durante muito tempo eu imaginei que era quebrar mesmo? Só fui entender como funciona depois da sua pergunta lá na Ballet Adulto. Eu ganhei uma ponta de presente, e morria de medo de sequer tentar subir com medo de "quebrar" errado e não ter mais jeito. E, vem cá, você não usa ponteira? A ponta que ganhei fica certinha, também é Capezio, e não dá para sequer pensar em colocar uma... E quero começar com essa que ganhei de presente.

Beijo doce.

P.S. Quero ver foto sua na pontaaaa!

escrevendo com os pés disse...

O inicio é dificil (pelo menos pra mim foi)mas é tudo né?

Cada dia uma novidade, uma dor diferente, um calo novo, hehehe.

vamos gostar de sofrer assim lá na conchinchina, rs.

Felicuidades :P

Isabela Sousa disse...

A minha professora utiliza a expressão "quebrar a ponta", mas na verdade não é ao pé da letra, é só amolecer.
Eu também sou assim: odeio sentir o cansaço da caminhada ou a dor de malhar as pernas, mas no ballet, isso é tão bom!!!
Uma ótima sensação! =P
Só nós, bailarinas, sabemos....=]
bjus =***

Carolina Paes de Barros disse...

ah, eu já fiz esse negócio de "esmagar" a caixa da sapatilha na porta. Claro que dá pra fazer com as mãos, mas eu sou fraca nas mãos, poxaaa! hahaha, aliás é superdivertido..
boa sorte nas pontas! beijos!

Cássia disse...

Hoje foi minha primeira aula de ponta (depois vou contar lá no blog) e quando a Karen falou "Vamos quebrar a ponta!" eu lembrei de você, hehehe. Então, ela me emprestou uma ponteira que é pela metade, mas apertou demais. Depois de um tempo começou a doer bastante, acho que com essa da Capezio não vai ter como não. A Karen já acha que temos de usar, mas para isso, acho que terei de trocar de sapatilha.

Grande beijo.

Estúdio de Design disse...

Carol
Que delicia! aiiii! ver você e a Cássia falando das aulas de ponta estão me deixando ainda mais ansiosa!!!! :)
Mas tudo bem, o meu tb está chegando... vai ser depois do espetáculo! Fim do ano, começo de 2010.
Agora foco nas coreografias!
Beijos
Lele

dancing4life disse...

Oi Carol, to louca pra chegar o meu dia de subir na ponta! Mas acho que ainda vai demorar um pouquinho! :(

Beijao

Casa de Catarina - lelê disse...

Carol,
Como você passou lá pelo blog e eu sempre estou por aqui para ler... resolvi te deixar um recadinho... estou mudando de endereço... agora tenho "casa própria":
htt://blog.casadecatarina.com.br
Beijos
lelê