domingo, 30 de agosto de 2009

estudando mais sobre ponta...



Parece uma eternidade esperar pela primeira aula. Aula passada minha profa. faltou e uma substituta (muito boa, na verdade) nos deu aula, mas... no pointe yet!


Links legais sobre pontas:

-blog recém-descoberto: ponta perfeita.
-história
-informações em geral (inclusive comparação de marcas!)

Detalhe para o joanete da Aline Cojocaru... Tenho muito mais medo de aumentar os que já tenho e ficar assim do que fazer bolhas!




Vídeos com dicas:

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

a escolha

Semana passada entrei numa loja de ballet no shopping onde faço aula, para escolher minha sapatilha. Decisão difícil! Ela tinha uma Cecilia Kerche chamada Marie e a Capézio Partner 180. Achei estranho a CK estar quase 20 reais mais barata que a Capézio! Quis logo experimentar a tal Marie, mesmo não sendo a que minha professora recomendou (ela recomendou a Clara ou Equilibre da CK).
Achei a CK muitíssimo apertada em comparação a Capézio. Mesma numeração, subi nas duas, tanto 35 quanto 36. Não me senti confortável na CK, nem na 36! parecia que meu pé era gordo quando a usava (e ele não é rs). Optei pela Capézio. A 36 tinha ficado mais confortável, mas saía do pé. Óbvio que a ideal era a 35, afinal, sapatilha de ponta é pra dar uma sofrida mesmo.
Infelizmente, tenho trabalhado tanto que faltei duas últimas aulas (até chorei, juro!) e ainda não pude começar minhas aulas de ponta. Mas hoje é dia de ballet e eu vou!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

a primeira sapatilha de ponta


Ontem, minha professora nos disse que dia 21 começaremos a ter 15 minutos de aula de ponta. Eu cheguei mais cedo e ela pediu a sapatilha tamanho 36 (o meu é 35, mas a 36 não ficou muito grande) de uma aluna e perguntou se eu queria "subir". Claro, né? Vou negar um negócio desses, tendo sonhado (e tido pesadelos) tantas vezes a respeito da minha primeira ponta? haha Subi. Estava com medo, mas como ela segurou minha mão e disse "sobe" com muita naturalidade, subi. E fui direto, não passei pela meia ponta - nem sabia que tinha que fazer isso. Subi duas vezes e foi... tranquilo. Os dedos apertaram, claro, mas não senti tanta dificuldade quanto achava que ia sentir! Fiquei menos de 4 segundos em pé e parece que foi uma eternidade. rs Vocês não sabem o quanto tempo esperei (desde antes de começar o ballet) para subir na ponta pela primeira vez (ou sabem!). A ponta era uma Capézio 180 e ela disse que posso escolher entre essa, a Partner Studant ou a Cecilia Kershe Equilibre ou Clara. Estou pesquisando preços e opiniões. A Capézio é amada e odiada ao mesmo tempo, enquanto a CK só recebe elogios. Mas como não posso gastar muito e essa sapatilha não deve durar muito também, devo comprar a Capézio, que é mais barata.

Links legais sobre início na ponta:
-em português
-em inglês


E falando em pontas... essa semana fotografei uma bailarina de 15 anos, super fofa e linda, a Victoria.



sábado, 8 de agosto de 2009

meu primeiro pas de deux


Ok, pode parecer muito cedo uma aluna de 6 meses de ballet dançar seu primeiro pas de deux... Mas o professor que me deu aula no lugar da minha professora ontem sugeriu que eu e Verônica (minha companheira de classe) ficássemos para a aula de pas de deux. Já estávamos um pouco atordoadas por acabarmos de fazer uma aula mais avançada antes. Só não fiquei com muita vergonha porque eu conhecia as meninas da turma e elas são uns amores na hora de tirar dúvidas. Foi um desafio legal tentar acompanhá-las em alguns exercícios que nunca tinha feito. Eu avisei ao professor que era 'baby class' antes de começar a pagar uns micos - haha.
Sempre tive dificuldade para aprender, sempre fui meio lerdinha. E ontem, quando estávamos executando passos e sendo levantadas por um menino na diagonal, foi uma batalha mental pra mim! rs Mas sei que esse é o meu processo. Foi assim com as minhas primeiras aulas de ballet e hoje já não sou mais tão lenta para pegar as coisas do meu nível. Não me senti mal, sei que um dia eu vou chegar lá. Adorei ter ficado na aula de pas de deux, tinha curiosidade e não sabia que poderia experimentá-la tão cedo!