quarta-feira, 15 de abril de 2009

Ballet de repertório - Giselle



O segundo ballet que assisti. Baixei várias versões na internet, nenhuma realmente com boa qualidade, infelizmente. Mas como os DVD são sempre muito caros por serem importados... Ainda estou tentando economizar pra ver o ballet de cuba. Ver Giselle ao vivo deve ser maravilhosamente lindo. É dramático, forte, tem um figurino lindíssimo... Adoro as saias usadas pelas willys. Li que o nome dessa saia é "tutu romântico" (saia de bailarina na altura da panturrilha).
Bom, vamos lá:

Ficha:
Música: Adolphe Adam
Libretto: Vernoy de Saint-Georges, Theophil Gotje, Jean Coralli
Coreografia: Jan Coralli, Jules Perro, Marius Petipa
Figurino e cenografia: Laureate of the State
Noite de estréia: 1841, Royal Academy of Music, Paris
Duração: 2 horas e 10 minutos



Texto tirado do Wikipédia:

"No primeiro ato, a aldeã Giselle está apaixonada por Albrecht, um nobre disfarçado de camponês. Quando Giselle descobre a fraude, ela fica inconsolável e morre. No segundo ato, o amor eterno de Giselle por Albrecht, que vem a noite visitar seu túmulo, o salva de ter seu espírito vital tomado pelos willis espectrais, os fantasmas vampíricos de garotas noivas que morreram antes do dia do seu casamento, e sua rainha. Sempre que um homem se aproxima, elas obrigam-no a dançar até a morte. Giselle dança no lugar de Albrecht e, dessa forma, impede que ele chegue à exaustão, quebrando o encanto das willis. No final, ela o perdoa.
[cena da loucura]
[willys, ballet nacional do Canadá]

O poeta romântico Théophile Gautier é o autor do roteiro desse balé.

A versão que vemos hoje não é muito semelhante à original, onde a mais famosa dançarina da época, Fanny Essler tinha cena louca lírica no final do primeiro ato. A morte de Giselle no primeiro ato foi adaptado por um ataque do coração, pois em sua primeira apresentação, Giselle se suicidava com uma espada. Essa primeira versão causou choque na época, por essa razão foi feita a mudança. Giselle saiu do repertório europeu até que foi revivido por Sergei Diaghilev in 1910, uma surpreente mudança de ritmo para o balé russo de vanguarda. O papel de Giselle é um dos mais procurados no balé, já que exige tanto perfeição técnica quanto excelente graça e lirismo. Várias das mais habilidosas dançarinas representaram esse papel incluindo Ana Botafogo, Cecília Kerche, Carlotta Grisi (para quem Théophile Gautier criou o papel), Anna Pavlova, Tamara Karsavina, Cynthia Gregory, Galina Ulanova, Alicia Markova, Beryl Goldwyn, Antoinette Sibley, Margot Fonteyn e Natalia Markarova."

9 comentários:

Ana disse...

Adoro esse ballet!!! Simplesmente lindo! Eu assisti ele completo pela internet, no espetáculo de aniversário do ballet de Cuba. Ainda assim assisti inúmeras variações de "Giselle", mas a minha preferida é a interpretada pela Svetlana Zakharova, é de uma graça impressionante...Sem falar no figurino, eu adorei o tu-tu do primeiro ato quando ela aparece de camponesa, com tule branco e saia azul por cima...

Por mais estranho que pareça minha cena preferida é da loucura...

giliveira disse...

Giselle foi o primeiro ballet que assisti completo. Tenho o dvd com a Zakharova...nessa versão ela tenta usar a espada, mas a espada é tirada dela.
http://www.fotolog.com/jetes

Cássia disse...

A minha bailarina preferida nesse papel é a Alessandra Ferri. Uma delicadeza, aff! E esse figurino do Ballet Nacional do Canadá é lindo! Achei mais bonito do que o tradicional.

Grande beijo.

Débora disse...

pois ée... este figurino do Canadá tá diferente mesmo e lindo por sinal, adoro Giselle, e também devo comentar que Svetlana Zackarova pode ser chata( vomo dizem) mas é impressionante no palco... lindissima

Senhori Positoni disse...

Giselle é lindo, é etéreo e muito glamour. É um ballet para ser dançado com muita técnica dos primeiros papéis e cada detalhe que os mesmos exigem. Mas quanto à partes artística, acho feio quando uma cia resolve não pintar as willis e ficam aquelas bailarinas morenas, saudáveis e bronzeadas numa cena onde deveriam estar todas pálidas...

Tess disse...

Assisti ontem no Teatro João Caetano, com a Cia Brasileira de Ballet. Foi magnífico. apresentação da Ana Botafogo, linda.
Não ficou devendo nada a minha Musa Natalia Osipova, e me senti no Mariinsky. Perfeito
Nenhuma ressalva, todos os bailarinos perfeitos
Divino
Amei
Amei

Anônimo disse...

eu tenho 28 anos e quando completei 15 fui pra o teatro boshoi e vi giselle a admito ele e o repertori mais lindo q já vi na minha vida esse e la fille mal gardée foi uma esperiençia otima mas hoje com 28 anos estou querendo ir ams uma vez já q estou formada muitos e muitos beijus dancei sempre valeu !

caludia benetoni disse...

oi então essa q foi pra boshoi sou eu meu nome e claudia benetoni e queria falar que e muito importante dançar comneçei a dançar ballet classico com eu acho q eu tinha 3 anos de idade e hoje estou com 28 e não desisti jamis nunca vé q legal estou 28 naos no ballet calssico não epara qualquer um não vai eee nõa pode ter molesa e nem corpo mole não agora serio de coraçao quem esta começando a fazer ballet agora não pare espere a poeira abaixar e continue sendo persistente com ta ok ok hoje sou perofesora e gosto muito no que fasso obrigada beijokas

claudia benetoni disse...

valeuuuuuuuuu amo todos vcs e daoro esse site vcs saõ dez e um mihão